Notícia

Casas Reais

Acabou o affair! Separados, rei Juan Carlos e Corinna fazem amizades perigosas

Enquanto o pai do rei Felipe Vi de Espanha criou amizades suspeitas na América, a princesa alemã passou a estar na órbita de Putin. O romance acabou e não há qualquer contacto entre os dois.
07 de abril de 2019 às 15:51
Juan Carlos tinha tanto apetite sexual que teve 5 mil amantes
A coroação de Juan Carlos como rei de Espanha
Cada vez mais distantes, reis voltam a reencontrar-se em eventos reais. Os reis eméritos, Juan Carlos e D. Sofia estão casados há 55 anos
Juan carlos, o rei emérito de Espanha
Juan Carlos, Sofia e os três filhos, na juventude. Ao colo de Sofía está Felipe, o atual monarca espanhol
Rei João Carlos e Rainha Sofia
Rei Juan Carlos e Rainha Sofia
Juan Carlos e Corinna num evento. O rei nunca dispensava a companhia desta "amiga especial" e ela chegou a viver junto do palácio. Ainda assim, nunca foi assumida uma relação, o que acontece agora com Marta Gayá
Juan Carlos com o general Franco
As três mais acarinhadas figuras da realeza espanhola, Juan Carlos, Sofia e o atual rei, Felipe VI
Juan Carlos quando subiu ao trono
Felipe VI sucedeu ao pai, o rei Juan Carlos. O rei emérito ficou zangado com o filho por não ter sido convidado para as comemorações dos 40 anos das primeiras eleições democráticas, em Espanha
Os reis Juan Carlos e Sofia
Juan Carlos, antes de abdicar do trono
O rei e a apresentadora Barbara Rey foram amantes durante muitos anos e ela alegadamente terá cobrado pelo seu silêncio
Juan Carlos em criança com o pai, Dom Juan
Os reis Juan Carlos e Sofia só estão juntos quanto o protocolo real o obriga, fazendo há vários anos vidas separadas
A Rainha Sofia sempre soube das traições de Juan Carlos
Juan Carlos, o rei emérito de Espanha
Juan Carlos e Sofia vão divorciar-se
Juan Carlos foi o homem da transição do regime franquista para a democracia. Reinou entre 22 de novembro de 1975, antes da queda do regime de Franco, e deu o lugar ao filho, Felipe VI, em novembro de 2014
Juan Carlos
Rei João Carlos, Rainha Sofia
Juan Carlos
Juan Carlos
Rei João Carlos, Rainha Sofia
Rei Juan Carlos e Rainha Sofia
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan carlos e Barbara Rey
Juan Carlos
Juan Carlos e Sofia
Juan Carlos e Sofia
Juan carlos
Juan Carlos e Sofia vão divorciar-se
Juan Carlos e Sofia preparam anúncio da separação

"Não resta nada dessa história de amor. Nem se falam. É verdade que se cruzaram em algumas festas e eventos de amigos que têm em comum, mas praticamente nem se cumprimentaram. Há demasiadas coisas para atirarem à cara um do outro." É com estas palavras que um amigo próximo de Juan Carlos, pai do atual rei de Espanha, Felipe VI, descreve a relação do rei emérito com a princesa alemã Corinna Zu Sayan Wittgenstein, ao 'El Español'.

O mediático casal rompeu definitivamente com o polémico romance que mantiveram durante 10 anos, desde 2004. O mal-estar entre os dois começou com a divulgação na imprensa das conversas que a princesa alemã manteve com o comissário Villarejo, em Londres, no ano de 2015.

A primeira coisa que Corinna fez foi mudar-se para a sua casa de Londres. A princesa alemã trocou o clima agradável de Monte Carlo, onde chegou a viver momentos romãnticos com Juan Carlos, pela húmida capital britânica.

Família real alemã apaga ligação com amante de Juan Carlos
A amante de Juan Carlos, Corinna zu Sayn-Wittgenstein, tem uma história de conflito não só com a família real espanhola. Também criou inimigos na Alemanha
 Corinna, 47 anos, nunca agradou a família do seu ex-marido, o príncipe Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Corinna e Casimir casaram em segredo em Londres, em 2000, e a relação durou até 2005. Mas o fato de ser divorciada e 8 anos mais velha que o marido nunca agradou os Sayn-Wittgenstein. O casal teve um filho, Alexander
A princesa alemã não esconde a
No site oficial da família real alemã não existem referências a Corinna, apesar de ser mãe do prínicipe Alexander e de ter passado 5 anos na casa real. A única sugestão pela passagem dela é quando dizer que Casimir tem
Pelo contrário, quem está a conquistar os corações dos amantes da antiga monarquia alemã é a substituta de Corinna, a noiva de Casimir zu Sayn-Wittgenstein, Alana Bunte, uma modelo norte-americana de 27 anos
Casimir, de 45 anos, e Alana vão se casar este ano (a data não foi revelada)
A dúvida agora é saber se ao se tornar princesa Alana zu Sayn-Wittgenstein a amante do rei de Espanha perde o título real
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein
Alana Bunte, Casimir zu Sayn-Wittgenstein

Uma das razões pode estar na nova atividade de Corinna. A princesa mantém as milionárias atividades financeiras transfronteiriças, através da sua empresa Apollonia Associates, a que juntou o lado filantropo. As amizades da ex-amante do rei Juan Carlos centram-se agora no círculo russo e nos multimilionários do país de Putin.

É desse país a sua nova sócia, a top model Natalia Vodianova, mulher de Antoine Arnault, herdeiro do império de artigos de luxo LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton. Mas as ligações de Corinna à Rússia não são apenas profissionais. Nos últimos tempos, a princesa alemão tem estado inseparável de Alexei Kudrin, 58 anos de idade, o atual presidente da Câmara de Comércio russa. A presença dos dois foi muito comentada durante a festa de homenagem ao diretor de orquestra Valery Guérguiev, em Moscovo.

Também Juan Carlos está feliz com a sua nova vida, desde que abdicou do Trono espanhol a favor do filho, Felipe VI, há cinco anos. O rei emérito não para sossegado. Da Zarzuela pedem-lhe que reduza as viagens privadas mas ele não dá ouvidos.

Nostálgico, Juan Carlos procura a companhia de amizades antigas, como a condessa Marina Cicogna, quatro anos mais velha, de quem é amigo desde a década de 1960 e com quem costuma partilhar mesa no Lucio ou no Zalacaín, dois restaurantes de referência em Madrid.

Ex-amante do rei Juan Carlos acusa-o de lavagem de dinheiro ilícita
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein e Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein e Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein

Mas não são estas amizades que preocupam a Zarzuela. Segundo o 'El Español', Juan Carlos passou o primeiro trimestre o ano nos Estados Unidos da América. Durante cerca de dez dias, esteve em Palm Beach, Florida, de visita a um dos seus melhores amigos, o multimilionário Pepe Fanjul e a mulher, Emilia. Trata-se de uma das maiores fortunas da América Latina: um dos três irmãos Fanjul, também conhecidos como os "reis do açúcar".  

Os "reis do açúcar" estão envolvidos em polémicas. Curiosamente as denúncias vieram do tio da primeira noiva de Felipe, Isabel Sartorius. Christopher Hartley Sartorius acusou-os de usarem milhares de homens, mulheres e crianças, de origem haitiana e dominicana, em condições próximas da escravatura nas plantações que são proprietários naqueles país latino-americanos.

Essas polémicas parecem importar pouco ao rei emérito que passa férias a poucos quilómetros das plantações, instalado na mansão 'Casa de Campo', propriedade dos Fanjul.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;