Notícia

Coronavírus

Aos 90 anos, Lima Duarte emociona-se ao falar da Covid-19 no Brasil e da despedida do amigo. "Eles promovem a devastação dos velhos"

O ator da Rede Globo lamenta a crise política e da pandemia que se vive no Brasil.
06 de maio de 2020 às 14:27
A carregar o vídeo ...
Lima Duarte, de 90 anos de idade, não esconde a emoção num novo vídeo ao recordar o amigo Flávio Migliaccio, que tirou a própria vida por estar decepcionado com o rumo político do Brasil, e a falar da crise política e da pandemia naquele país.

"Eu te entendo, Migliaccio", diz Lima Duarte no vídeo. "Porque eu, como você, sou do Teatro de Arena, com Paulo José, Chico de Assis, com o [Gianfrancesco] Guarnieri. Foi lá que aprendemos com o [Augusto] Boal que era preciso, era urgente que se pusesse o brasileiro em cena".

Ao longo de cinco minutos, o "sinhozinho Malta", da novela 'Roque Santeiro', fala dos momentos difíceis da ditadura militar, e que viveu com Flávio.

"Agora, quando sentimos o hálito putrefato de 64, o bafio terrível de 68, agora, 56 anos depois, quando eles promovem a devastação dos velhos, não podemos mais. Eu não tive a coragem que você teve", diz ainda Lima Duarte.

...
Flávio Migliaccio Foto: Cofina Media
Para concluir o vídeo, o ator deixa um recado a quem mantém o silêncio, citando a peça 'Os Fuzis da Senhora Carrar', de Bertolt Brecht: "Os que lavam as mãos, o fazem numa bacia de sangue".

Flácio Migliaccio foi encontrado morto na segunda-feira, 4, na sua casa em Rio Bonito, no Rio de Janeiro, aos 85 anos de idade. No mesmo local havia uma carta escrita pelo ator em que se lê: "A humanidade não deu certo. Eu tive a impressão que foram 85 anos jogados fora. Num país como este". 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
e Há 3 semanas

e

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;