Notícia

Casas Reais

Corinna Larsen tem medo! "Não quero morrer como Lady Di", o grito de ajuda da ex-amante de Juan Carlos

Por ser uma forte ameaça para a coroa espanhola, a alemã teme morrer como Diana. Diz que lhe entraram em casa e deixaram em cima da mesa um livro sobre o fatídico acidente que vitimou a 'princesa do povo'.
Por Ana Cristina Esteveira | 04 de setembro de 2020 às 14:32
Ex-amante do rei Juan Carlos acusa-o de lavagem de dinheiro ilícita
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein e Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos e Corinna
Juan Carlos
Juan Carlos
Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
 Corinna zu Sayn-Wittgenstein e Juan Carlos
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Corinna zu Sayn-Wittgenstein
Já por diversas vezes que Corinna Larsen se queixou que está a ser ameaçada de morte pelos serviços secretos. Afiança que lhe entraram em casa à procura das gravações que estão em seu poder e que fazem perigrar a monarquia em Espanha, já que conhece muitos segredos que envolvem o nome do rei emérito.

Foi ela, a ex-amante alemã de Juan Carlos, que atirou a casa real espanhola para um "buraco" sem precedentes. Por tudo isso, e por todos os documentos que diz possuir sobre novos escândalos reais, Corinna Larsen teme pela sua vida.

Agora, a jornalista espanhola Pilar Eyres relembra o grito de auxílio da alemã nas revista 'Lecturas'. Recorda Eyre que Corinna foi confrontada com entrada de estranhos em sua casa à procura dos referidos documentos. Deixaram-lhe como aviso um livro sobre o acidente que vitimou a princesa Diana.

A carregar o vídeo ...
No dia seguinte, terá recebido uma chamada telefónica em que alguém lhe disse: "Há muitos túneis no caminho do Mónaco a Nice", numa clara alusão ao acidente de Lady Di, em Paris, em 1997.

A cronista sobre assuntos da realeza garante que foi uma Corinna em pânico que disse: "Não quero acabar como Lady Di, tenho medo de morrer como ela". Este terá sido um apelo recente, avança Pilar Eyre.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Dina Fonseca Há 3 semanas

Procurando uma garota por uma noite? Bem-vindo - http://3sex.club

Anónimo Há 3 semanas

A crise da meia idade é p*oda!

Anónimo Há 3 semanas

Quando "galhava" a outra não havia mambo. Queixa-se de quê? Use os milhões que o outro lhe deu e que já devem ter rendido muito mais e contrate guarda-costas.

Anónimo Há 3 semanas

Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele. Quis ser loba agora aguenta corazón...

ver mais comentários

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;