Notícia

Casamento Toy e Daniela

A poucas horas de dizer o sim, Toy chora ausências da mãe e do pai na cerimónia: "É difícil!"

O casamento está marcado para este domingo, 22. Com 250 convidados, espera-se uma festa de arromba. Era para ser o dia mais feliz para o cantor... não fosse a dor que sente.
21 de setembro de 2019 às 19:39
Toy quer trocar juras de amor eterno com a bênção da igreja ortodoxa
toy
toy, daniela, mulher
Toy
toy, daniela, mulher
toy
A fotografia que está a dar que falar
toy, daniela, mulher
toy
toy, daniela, mulher
Toy
toy, daniela, mulher
Toy
Toy
toy, daniela, mulher
toy, daniela, mulher
toy
toy, daniela, mulher
toy, daniela, mulher
toy
toy, daniela, mulher
toy, daniela, mulher
toy
toy, daniela, mulher
Toy
toy, daniela, mulher
Toy
Toy
toy, daniela, mulher
toy, daniela, mulher

Neste domingo, 22, Toy e Daniela vão casar numa festa de arromba perante 250 convidados. São muitos os amigos do cantor. Tantos que não cabem todos nesta celebração e o artista sadino já deixou a promessa de fazer outra festa para juntar os que não conseguiu convidar agora.

Toy e Daniela conheceram-se há 13 anos e casaram em segredo há 11, apenas pelo civil. Faltava reunir os amigos todos para uma grande festa de casamento com "pompa e circunstância". "Não sou um homem muito virado para estas coisas, mas tenho de respeitar que estou rodeado de quem gosta. E como o meu lema de vida é fazer os outros felizes, porque só assim me sinto bem, vou fazer esta grande festa", refere o cantor de Setúbal à TV Guia.

A carregar o vídeo ...

Mas se este é suposto ser um dia de grande felicidade, Toy chora as ausências da mãe, já falecida, e do pai, que, com 95 anos de idade, está muito doente, internado numa instituição. "Sentirei muito a falta dela. da minha mãe e, infelizmente, do meu pai", lamenta.

E é a ausência do pai que mais o comove. "O meu pai faz 95 anos no dia 30 deste mês, mas não está em condições de ir... O meu pai, de cabeça, já não sabe nada, está esquecido, não conhece ninguém (faz uma pausa)... É complicado."

A carregar o vídeo ...

Com o pai internado, Toy descreve a dor que sente de cada vez que o visita: "Sei que para ele é indiferente, por causa da doença, que eu vá ou não. Ele não sabe quem eu sou. E prefiro ter a imagem do meu pai à minha maneira. De vez em quando vou lá e... (emociona-se). Não é fácil ver um homem assim. Um homem que era de muito trabalho, vigor, ativo..."

A carregar o vídeo ...




 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;