Notícia

Confissão

Agir recorda anos a consumir drogas: "Dos 12 aos 20 anos 'queimei-me'"

Com um passado marcado pelos excessos que o atiraram para o hospital, o cantor é, hoje em dia, o orgulho dos seus pais, Helena Isabel e Paulo de Carvalho.
Por Isabel Laranjo | 09 de abril de 2017 às 15:14
...
Agir recorda anos a consumir drogas: "Dos 12 aos 20 anos 'queimei-me'"
Agir, ou melhor Bernardo, era apenas uma criança de 12 anos quando os pais, o cantor Paulo de Carvalho e a atriz Helena Isabel, se separaram. Ele é o único filho fruto desta relação de amor, apesar de ter mais quatro irmãos, por parte do progenitor.

Na altura, Agir lidou mal com a separação dos pais e acabou por enveredar pelo caminho das drogas.

"Bebi uma cerveja e não gostei. Experimentei um cigarro e não gostei. Experimentei outras coisas e comecei a gostar", confessou no programa
Alta Definição, da SIC.

Agir com os pais e a noiva
Agir com a noiva, Catarina Gama
Agir com a mãe, a atriz Helena Isabel
Agir com o pai, o cantor Paulo de Carvalho
Agir a pedir Catarina Gama em casamento, em palco
Agir
Agir
agir
agir
agir
agir
agir
agir
No entanto, os pais nunca desistiram dele. "O meu pai sempre esteve presente, apesar de viver com a minha mãe e ter sido ela a pessoa mais próxima e que mais sofreu com tudo", revelou o artista, em entrevista à revista Flash!.

Com os consumos regulares de drogas, Agir foi deixando os estudos para segundo plano. "Dos 12 aos 20, ‘queimei-me’. Desde que acordava até que me ia deitar tudo era uma névoa", explicou no Alta Definição. Acabou por ficar pelo 9.º ano de escolaridade. "Estava num mundo à parte, aquele era o meu estado normal. Não via nada de tão errado nisso. Era erva, era o que calhasse."

Hoje, Agir é o orgulho dos pais. Não perca as declarações exclusivas de Helena Isabel sobre o filho Agir na edição desta semana da TV Guia, já nas bancas.
...
A nova edição da TV Guia, já nas bancas

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo 09.04.2017

GRANDE BOI LOOOOL

gozador 09.04.2017

A isto eu chamo uma atitude de coragem. Bravo Agir ou Bernardo ou Paulo de Carvalho II. Nunca é tarde para se reconhecer os erros.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;