Notícia

sofrimento

Ex-vocalista dos 'Silence 4' foi obrigada a abortar por causa de cancro

Sofia Lisboa viveu período horrível: "aborto à noite, de manhã acabaram a aspiração e de tarde já estava a fazer quimioterapia".
11 de março de 2019 às 19:21
Ex-cantora dos Silence 4 impedida de receber direitos das músicas que gravou antes de ficar doente com leucemia
A ex-vocalista dos Silence 4 quebrou o silêncio e conta que já não pode receber os direitos das músicas que gravou no passado
Sofia Lisboa venceu a leucemia e por ter recebido uma reforma por invalidez total já não pode trabalhar
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, Silence 4
Sofia Lisboa, que ficou conhecida por cantar na banda 'Silence 4' viveu um período dramático na sua vida... A cantora esteve no 'Júlia' e recordou o momento em que os médicos lhe disseram que tinha leucemia e que corria risco de vida. Pior: foi obrigada a abortar para fazer os tratamentos.

"Quando ouvi o tom da minha médica ao telefone o pior que eu pensei foi: há qualquer coisa com a criança. Longe de mim imaginar que não só a criança estava condenada, como eu própria", relembra, revelando depois mais pormenores.

"O aborto foi durante a noite, de manhã acabaram a aspiração e de tarde já estava a fazer quimioterapia", contou a Júlia Pinheiro.

Foi a irmã que lhe "salvou" a vida, depois de doar-lhe a medula, mas até ser transplantada, foram momentos duros, muito duros para ela e para a família, que foi preparada pelos médicos para o pior, tal era a gravidade da doença. 

...
Sofia Lisboa

Depois da operação, foi obrigada a tomar enormes doses de medicamentos e inchou tanto que ficou completamente desfigurada, como ela fez questão de mostrar no livro onde relata os momentos dramáticos.



Mas conseguiu vencer, apesar de ter sido obrigada a reformar-se por invalidez por causa do longo período de recuperação no hospital. Por isso, não pode receber nenhuma verba de direitos de autor das canções a que deu voz. Mais, se voltar a trabalhar é obrigada a devolver o dinheiro que recebeu das pensões.



Mas o sonho e a vontade de cantar falam mais alto e, mesmo de graça, vai voltar aos palcos. Apresenta, em Leiria, o seu novo espetáculo 'La Bohéme', no próximo dia 12 de abril.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;