Notícia

Polémica

Inferno: modelo que acusou revisor da CP de assédio sexual ameaçada de ser violada

Desde que o caso veio a público, Sara Sequeira tem vivido um verdadeiro tormento, entre acusações e ameaças.
15 de setembro de 2020 às 21:15
Conheça a modelo que foi assediada por revisor da CP por causa do decote que levava
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira
Sara Sequeira

Tem 28 anos e desde os 10 que diz ser alvo de comentários sobre o seu corpo. Sara Sequeira, modelo, acusou revisor da CP de assédio depois dele ter feito comentários sobre o seu decote. A polémica levou a empresa a levantar um processo disciplinar ao funcionário.

"Ainda bem que não está frio lá fora ou as mamocas constipavam-se", disse o funcionário para Sara no momento que verificava o título de transporte. Indignada, a modelo não calou a revolta. Para além de ter publicado um vídeo a confrontar o homem, a família aconselhou-a a apresentar queixa.

Seria expectável que a mulher recebesse a solidariedade dos portugueses depois de ter sido importunada sexualmente por um desconhecido. O desenrolar dos acontecimentos conduziram exactamente no sentido oposto. Desde que o caso veio a público, Sara Sequeira tem vivido um verdadeiro inferno, entre acusações e ameaças.

A modelo 'plus size' esteve na tarde desta terça-feira, 15, no programa de Fátima Lopes para relatar o tormento que tem vivido nas últimas semanas. Nas redes sociais a maioria das pessoas tomou a defesa do revisor acusado de importunação sexual e acusou Sara Sequeira de usar um vestido demasiado provocador.

De acordo com as declarações da modelo, foram criados vários perfis falsos com o objetivo de a atacarem. "As pessoas disseram que eu é que estava a provocar com o vestido, sem nunca terem visto o vestido. Que eu é que não podia andar assim no comboio. Que o meu instagram tinha fotografias com decotes e que eu não podia queixar-me de assédio e que tinha de sujeitar-me àquele tipo de comentários porque tinha a profissão de modelo", descreve Sara a Fátima Lopes.

Para além das críticas e acusações, a modelo recebeu igualmente ameaças graves: "Houve uma mulher que criou vários perfis falsos para me atacar. Recebi mensagens a dizer que me iam violar. Coisas gravíssimas que eu nunca na vida pensei vir a receber. Tanto de homens como de mulheres."    
 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;