Notícia

Nacional

"Presidente dos Afetos" sem tempo para namorar

Marcelo Rebelo de Sousa passou o Dia dos Namorados longe da mulher da sua vida: Rita Amaral Cabral. No dia em que em todo o mundo se trocam juras de amor eterno, o Presidente teve o tempo preenchido a trabalhar.
Por João Bénard Garcia | 15 de fevereiro de 2017 às 21:34
Presidente dos Afetos sem tempo para namorar
Marcelo Rebelo de Sousa
Rita Amaral Cabral foi aluna de Marcelo Rebelo de Sousa. Começaram a namorar em 1981 mas nunca se casaram, por motivos religiosos
O Presidente na noite em que venceu as eleições, a festejar na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
O Presidente e a namorada passam férias, todos os verões, na praia do Gigi, no Algarve
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa é conhecido como um homem de afetos, mas não teve tempo para amar a 14 de fevereiro, o Dia dos Namorados. Segundo fonte da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa curiosamente não teve agenda oficial no dia dos apaixonados, mas nem a ausência de trabalho externo ao Palácio de Belém o deixou mais folgado para namorar com Rita Amaral Cabral, a discreta companheira de há mais de 35 anos.

Segundo revelou ao site FLASH! fonte da Casa Civil do Chefe de Estado, "o Presidente não tem Dia dos Namorados. Está a trabalhar e a ter reuniões e audiências, que não são públicas, no Palácio de Belém", um momento de raríssima pausa na agitada agenda presidencial.

Esta quarta-feira, dia 15, Marcelo Rebelo de Sousa visitou pela manhã as oficinas das OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal, em Alverca, onde teve oportunidade de fazer muitas perguntas, como é seu apanágio, sobre aeronáutica e aerodinâmica, especialmente depois do susto que apanhou, no verão passado, quando, devido a ventos fortes, o avião onde seguia, rumo à ilha da Madeira, foi forçado a uma aterragem de emergência na vizinha ilha do Porto Santo.

Foi também durante essa visita que Marcelo Rebelo de Sousa sugeriu, aos microfones da comunicação social, um nome para batizar o futuro suposto aeroporto que poderá nascer no Montijo: "Se é possível ao Presidente da República fazer alguma sugestão, ela é a de que o novo aeroporto merece o nome de Mário Soares, homenagem justa a quem serviu o país", salientou o Presidente.


Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;