Notícia

Nacional

Três mortos e 244 infetados por coronavírus nas últimas 24 horas em Portugal

Há mais 8 pessoas internadas, num total de 349 doentes.
31 de agosto de 2020 às 18:21
...
Três mortos e 244 infetados por coronavírus nas últimas 24 horas em Portugal

Portugal regista esta segunda-feira mais 3 mortos e 244 novos casos de coronavírus em 24 horas.

No total há agora 58.012 infetados e 1822 vítimas mortais.

76 pessoas recuperaram da doença nas últimas 24 horas, aumentando o total para 41961.

Relativamente ao dia anterior, há mais 8 pessoas internadas, num total de 349 doentes. O número de doentes em unidades de cuidados intensivos mantém-se nos 41.

Sobre os casos confirmados, 31 929 dizem respeito a indivíduos do sexo feminino e 26083 do sexo masculino.

Na habitual conferência de imprensa aos jornalistas, o Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou que a taxa de letalidade global encontra-se esta segunda-feira nos 3,1%.

"Estamos mais preparados, conseguimos preparar-nos melhor", referiu o Secretário de Estado num balanço da pandemia, que contou com o reforço de 4500 profissionais de saúde para uma maior resposta do SNS.

Foi anunciada a publicação da atualização da norma 4, que permitirá aos doentes a recuperar em domicílio fazerem autoreporte ao seu médico de família, numa medida que pretende aliviar a carga do sistema.

A medida vai funcionar com uma triagem prévia. De acordo com a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, os doentes abrangidos terão de ter idade inferior a 60 anos e capacidade de utilizar ferramentas tecnológicas.

Parecer da Direção-Geral da Saúde sobre Festa do Avante!

"A DGS em consonância com a entidade promotora divulgou excecionalmente tendo em conta a tranquilidade social", revelou António Lacerda, poucos minutos depois da divulgação do documento com o parecer técnico e recomendações para a realização do evento.

O Secretário de Estado da Saúde admitiu que "as características difíceis do evento originaram um processo complexo".

Graça Freitas acrescentou ainda que existirão zonas, discriminadas no documento, para "desfazer ajuntamentos ou dispersar pessoas".





Período de isolamento e de incubação


Sobre o período de isolamento, Graça Freitas, sublinhou que existem "grandes expectativas que seja estabelecido um período de contagem que seja muito pequeno a partir dos 10 dias". 
A possibilidade de período de incubação passa para 10 dias, em vez de 14, caso se confirme a evidência de infeção.

131 infetados em Arouca

"Há mais de um foco, não quer dizer que estejam todos relacionados mas é possível que haja alguma relação entre eles", referiu a diretora-geral da saúde sobre os 131 infetados com Covid-19 registados até ao momento no concelho de Arouca.

Novo ano letivo à porta
Sobre o novo ano letivo que se avizinha, António Lacerda Sales recordou que o regresso às aulas terá de ser feito "com a maior das cautelas, mas nada poderá ser igual à primeira fase".

O secretário de Estado da Saúde frisou que existe já "um conjunto de orientações para o novo ano letivo e são aplicadas independentemente da sua natureza, pública ou privada" dos estabelecimentos de ensino.

Ajuntamentos das famílias podem originar novos casos
A diretora-geral da saúde recordou que as férias e os ajuntamentos de vários elementos de agregados familiares diferentes podem representar igualmente um risco.  "Confratenizar sim, mas não esquecer que as famílias, não coabitando, representam um risco maior", sublinhou.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;