Notícia

memória

Júlia Pinheiro faz confissão em Dia da Mãe: "Era uma adolescente insuportável"

Apresentadora da SIC está em sofrimento por não poder abraçar e beijar a progenitora, que está num lar.
04 de maio de 2020 às 09:15
Júlia Pinheiro de regresso à rádio
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro aproveitou o Dia da Mãe para fazer uma confissão: nem sempre teve um comportamento fácil de aturar. 

A apresentadora da SIC tem assumido nas últimas semanas que estar afastada da mãe, que está a viver num lar depois de ter sofrido um AVC que lhe tirou qualidade de vida, tem sido muito difícil. Um afastamento necessário por causa da covid-19.

Mas nestes dias de distância imposta, Júlia tem feito algumas revelações e mostrado fotos inéditas da família.

"Dia da Mãe. Aqui estou eu, em Paris com a minha Mãe. Eu tinha quinze anos, a minha Mãe era a mulher mais ocupada do mundo. E a Notre Dame ainda não tinha ardido. Naquele tempo eu era a adolescente insuportável. E ela aturava-me. O meu pai tirou a fotografia e nestas férias fomos muito felizes", escreveu na legenda da foto que partilhou para celebrar o Dia da Mãe.

...
Júlia e a mãe



Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;