Notícia

Coronavirus

Nova tendência na economia. Primeiro ministro António Costa defende teletrabalho: "Esperamos que no futuro se possa alargar mais"

PM admite o alargamento do recurso ao teletrabalho mesmo depois da pandemia de Covid-19
09 de maio de 2020 às 15:40
A carregar o vídeo ...

O primeiro-ministro, António Costa, considera que seria desejável alargar o recurso ao teletrabalho mesmo depois da fase mais crítica da crise gerada pela pandemia.

"Mantivemos a obrigatoriedade do teletrabalho até ao final de maio para todas as atividades que podem ser mantidas em teletrabalho, dissemos aliás que o regresso ao trabalho presencial [em junho] deveria ser sempre parcial, de forma a ser alternado, ou por semana, ou por manhãs e tardes, por diferentes turnos", descreveu, no debate quinzenal, no Parlamento.

"Esperamos que esta experiência tenha sido positiva, que a possamos todos avaliar e que, no futuro, independentemente de haver ou não crise de pandemia se possa alargar mais o recurso ao teletrabalho", concluiu António Costa, esta quinta-feira. O primeiro-ministro não explicou como pretende incentivar o trabalho à distância.

A questão foi colocada pela líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, que referiu as vantagens ambientais e sanitárias da medida, considerando que não devemos regressar a "modelos insustentáveis de mobilidade" e que é necessário evitar que os cidadãos tenham medo de usar os transportes públicos.

Numa ótica "sanitária, de conciliação, e ambiental" a deputada perguntou ao primeiro-ministro "se está disponível para revisitar o recurso ao teletrabalho a fim de tomar uma solução além do surto do novo coronavírus".

Esta semana, a ministra da Administração Pública, Alexandra Leitão, defendeu que no período pós-pandemia pelo menos 25% dos trabalhadores com funções compatíveis deverão continuar em teletrabalho.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;